REANIMAÇÃO CARDIOPULMONAR

A Reanimação Cardiopulmonar promove o bombeamento do sangue substituindo a função do coração. É utilizada nos casos de parada cardíaca e consiste na combinação de compressões no centro do tórax da vítima e ventilações.

 

A Reanimação Cardiopulmonar pode ser empregada por todas as pessoas. Não há necessidade de ser profissional de saúde. No entanto, para o leigo, é recomendado atualmente apenas as compressões torácicas, deixando as ventilações para socorristas treinados.

 

Já foi comprovado que apenas as compressões no centro do tórax da vítima possuem alta eficácia e reduzem o receio da população em iniciar as manobras de reanimação.

 

Uma reanimação cardiopulmonar bem executada pode até triplicar as chances de um paciente em parada sobreviver.

 

Então vamos aprender como executá-la?

 

– Ajoelhe-se ao lado do paciente, como você pode ver na foto.

– Posicione suas mãos, uma sobre a outra, de forma a entrelaçar seus dedos e expor a região do “calcanhar” da mão.

– Coloque suas mãos no centro do tórax da pessoa em parada. Deixe os braços retos e firmes. Posicione os seus ombros em cima das mãos. A compressão será feita com o calcanhar da mão!

 – Utilizando o peso do seu corpo, faça compressões PROFUNDAS (de 5 a 6 cm) E RÁPIDAS (100 a 120 por minuto). Sempre mantenha os braços esticados!

– Permita o retorno total do tórax!

 

 

 

 

 

A partir de agora, você irá comprimir o coração permitindo que o mesmo esvazie o sangue que estava em seu interior e ao permitir o retorno do tórax, o coração irá encher de sangue novamente. E os ciclos se repetirão! Ou seja, você, através das compressões, será o “coração” da vítima. Evite pausas!

 

ATENÇÃO: quem está comprimindo deverá revezar com outra pessoa a cada 2 minutos, para evitar fadiga e queda da qualidade da reanimação.

Dia Nacional da Reanimação Cardiopulmonar - Liga Acadêmica de Trauma e Emergência do Maranhão